16 janeiro, 2010

calem-se!
não me apregoem sentenças,
não me imponham crenças
não se dirijam a mim.
o meu fado é o de um verme
cuja terra do cemitério é o seu fim!
calem-se!

13 comentários:

Silvana disse...

é bom de vez em quando saltar toda a nossa revolta cá para fora.
gritarmos e impor a nossa vontade!
e isso vê-se neste belo texto...
"calem-se"!

:*

J. disse...

tal como o nome do blog, bastante expressivo *

Marilena' disse...

wow +.+

Carolina disse...

*-* gostei mesmo.

Joana M. disse...

não queiras ser sozinha.
(adorei)

U disse...

não estás sozinha nessa luta.
(já sabes)

Adriana Pinto disse...

Todos nos criticam mas não sabem o que nos move.

filipa disse...

está lindo david +.+

Davie disse...

não fui eu quem escrevi! x)
oh companheira, já sabes as sensações e sentimentos que me trazes com o que escreves.

Anónimo disse...

Genial fill someone in on and this post helped me alot in my college assignement. Gratefulness you seeking your information.

Paula disse...

lindo, lindo, lindo


adorei (;

Rute disse...

todos guardamos essas revoltas. talvez as devessemos exprimir mais vezes, se bem que, a preocupação serio o caos que se causaria. nao estás realmente sozinha. *

Qel disse...

lembrou-me álvaro de campos :) *