15 novembro, 2008

nós morremos meu amor e hoje foi o nosso funeral.
sabes quem esteve presente?
todos aqueles que nos invejaram a vida, os que nos invejam a morte e as flores amarelas na campa.
não sei o que foi feito dos outros. os que nos amaram incondicionalmente, os que davam o corpo e a alma por nós, não sei deles.
se calhar já morreram e nós, na nossa ânsia de comemorar a vida, nem nos lembrámos de comungar a morte dos nossos amigos.
o cálice que agora bebemos é o sangue de todos aqueles que para nós viveram, e as lágrimas dos outros que ficaram em suas casas no dia do nosso enterro.
dentro do nosso copo, meu amor, não está ninguém presente hoje, neste cemitério, no dia do nosso funeral.

6 comentários:

x Inês ( ? ) disse...

Fantástico !

Qel disse...

«o cálice que agora bebemos é o sangue de todos aqueles que para nós viveram, e as lágrimas dos outros que ficaram em suas casas no dia do nosso enterro».

demasiado forte para deixar de ser arrepiante. Gostei! ;)

Davi(d) disse...

fantástico, arrepia companheira <3

Coisa disse...

Basta, já, a (nossa/vossa)presença. No momento o essencial.

Ana disse...

Simplesmente belo!
Tão bonito que chega a arrepiar!

P. disse...

Brutal , mesmo !
Espectacular *_*

[invasao =$]