15 setembro, 2008

a dormir não me dói.
embala-me enquanto é dia

2 comentários:

Qel disse...

simples, directo e poético.
Gostei (:

David disse...

é bastante directo, companheira.
gostei (mesmo) :)
<3