12 setembro, 2008

hoje dói-me o corpo e estou dorida. só me apetece atirar-me para o sofá e dizer até amanhã ao dia de hoje. menti-me, menti-te, menti-lhe, menti ao nós, ao vós, ao eles, menti nos desejos, nas saudades, nas frases feitas, nas verdades, eu menti. eu minto, eu mentirei. carrasco de mim que transporto, pecado que não suporto! vil fado que semeei!
engano-me a mim, sobretudo a ti, acima de tudo a nós, engano a vida, mais do que devia

2 comentários:

David disse...

pode ser que a Vida não passe de uma simples ilusão. não te enganes mais, companheira.
fantástico mais uma vez!

Qel disse...

agora q sabes q falsificaste uma identidade, renova-a ;)