25 novembro, 2010

esta noite vou olhar o espelho. vou abraçar-me contra esse reflexo desconhecido deste não-nascer que, sem querer, moldei. esta noite vou espiar esse pedaço de vidro que me quer fazer crer que o corpo que abraço não é senão o cadáver onde a minh'alma habita.
o vidro estoirou. mil estilhaços. um sem fim de olhares repetidos espalhados pelo chão.
cuidado, não te cortes

5 comentários:

JL disse...

divinal cb, como sempre

girlinthemirror disse...

Sou tua fã, CB. Permite-me essa ousadia :)

Laura Ferreira disse...

Lindo.

Mafalda disse...

E eu.. quero entrar em medicina! :)
Estou no 12º

Filipa disse...

adoro!